{b

segunda-feira, 20 de novembro de 2006

Mirando-me...

Por mais que o tempo passe
não te esquecerei
Posso viver outros amores
desfrutar novos sabores,
mas não como o que me faz morrer por ti
lentamente
a cada por de sol
a cada espera...

Morrer
e renascer cada manhã

num fio de esperança, um talvez...
Posso seguir em meus dias
mas tua ausência é perene
Por mais que me perca em outros braços
os teus ainda povoam meus sonhos
em delírios que me queimam
e me arranham a alma
Às vezes, me apetece voltar no tempo
quando teus pés não me pisavam o coração
e eu era um corpo inerte
sem dor
mirando os dias a correr, indiferentes
Hoje miro o horizonte
e o espaço de tua ausência me devora
Estendo as mãos no vácuo
numa prece silenciosa
fecho os olhos...
e me vens numa miragem
Adormeço na sombra da ilusão
de que estás aqui....

12 Comments:

Betty Branco Martins said...

Olá Menina do rio

...amores que marcam
...mais que isso
correm no sangue
...mais que isso
tatuam a alma
...mais que isso
vivem nas lágrimas
....
e no sorriso

Belíssimo o teu poema

Beijinhos com carinho
Bom resto de semana

margusta said...

Hoje passo só para te deixar um beijinho de boas noites,
amanhã volto para te ler...

Navi Leinad said...

Belo demais! Fiquei maravilhado com o poema.
Um abraço.

DE PROPOSITO said...

Olá.
Desejar que a felicidade ande por aí.
E vou andando.
Um beijinho.
Manuel

O Sibarita said...

Ai essa paixão que faz fogo, faz labareda e depois chamusca o coração... O amor, a paixão é isso, se assim não for, não é amor nem paixão!

O Sibarita

fabricio lima said...

muito linda essa imagen.

Anônimo said...

e...
mesmo na ausência estarás sempre presente...

Lindissimo o teu poema.

….(`“•.¸(`“•.¸ ¸.•“´) ¸.•“´)
….(¸.•“´(¸.•“´ `“•.¸)`“ •.¸)
......d88888bd888b.
.....d8888888888888B.
.....888888P`Y8888P.
.....Y888888.....( , \_.
....,_Y88(.................)....*Passo para te ler...
....Y888888b.......__\..
.....“8“888P........(_.... para saber como estás...
.............|.....----“..
...........~;~~\~..... * Para te deixar um beijo
............=......\....
..........(_._).....\.....
...........|=|........\...
....._.../|..|..........\....
..../_\/..|..|..........|.
...,.-“---/_/--------“---.....
...`-.,_________,.--“..
..........|......|.|........
..........|___|.|...
..........|___|.|............ e desejo boa semana!!!!
(`“•.¸(`“•.¸ ¸.•“´) ¸.•“´)
«`“•.¸.♥ Nadir ♥ ¸.•“´»
(¸.•“´(¸.•“´ `“•.¸)`“ •.¸)

amorica valente said...

bonito. gostei!

fabricio lima said...

Vou postar esse texto no meu blog.

{{coral}} said...

Olà Menina do Rio,

belissimo poema em que destaco...

"Por mais que me perca em outros braços
os teus ainda povoam meus sonhos
em delírios que me queimam
e me arranham a alma
Às vezes, me apetece voltar no tempo
quando teus pés não me pisavam o coração
e eu era um corpo inerte
sem dor
mirando os dias a correr, indiferentes"

Que consigas voltar a sorrir, e apagar essa dor tão premente.

Beijo
{{coral}}

fabricio lima said...

cada vez que eu leio esse poema, eu fico mais impressionado. eh fantastico. parabens.

Kiara Guedes said...

Caminhando e cantando pelo cyber espaço, acabei aqui... E quando a gente caminha assim, "despreocupada" como hoje, acaba encontrando coisas ótimas. O que encontrei hoje? Esse poema que traduz o que não queria dizer nem pra mim mesma... Volto por aqui. Abraços