{b

domingo, 21 de janeiro de 2007

Tributo à Estrela Sam...

Tu és luz!
E brilha sempre!
Nas manhãs de primavera
No auge do verão...
E quando o céu se encobre
com nuvens negras
ameaçando tempestades
Tu te ocultas
para deixar a chuva cair
e fecundar a terra
mas em seguida desponta gloriosa
iluminando a vida
Os momentos de escuridão
são os da noite em que dormes
pra te recompores
despertando a cada amanhecer
com energias redobradas
Brilhe sempre minha filha amada
Espalhes seus raios de luz
pelos cantos e pelos corações
E quando sentir que que teu brilho
pode ser ofuscado
pelas inteperanças do tempo cruel
me chame e eu estenderei minhas mãos
como uma ponte pra que
atravesses a noite densa
Um dia um anjo me permitiu acender
esta luz que emana de ti
e esta chama permanecerá
mesmo quando eu deitar
meu último olhar à terra
e o teu brilho não se apagará...

Eu, mãe


10 Comments:

Leandro Nascimento said...

é muito bom o seu Blog mesmo... Estarei adicionando nos favoritos do meu... quando sobrar um tempinho de uma olha lá... www.brasilero.zip.net

Anônimo said...

Menina!
"Que coisa mais linda
e cheia de graça,
é sua poesia,
que vem e que passa..."

"Tributo à Estrela Sam..."
Eu já conhecia porque
você tinha me enviado
uma parte pelo Orkut.

Adorei cada pedaçinho,
mas esta parte, me encantou:
"Um dia um anjo me permitiu acender
esta luz que emana de ti
e esta chama permanecerá
mesmo quando eu deitar
meu último olhar à terra
e o teu brilho não se apagará..."

Quanta sensibilidade e talento!
Seus sentimentos se refletem
em cada frase.
LINDOS SENTIMENTOS!
Será um prazer linkar
seu blog ao meu.

Beijo.*Juli*

Anônimo said...

lindissimo :)
beijos e boa semana

Mundo Mágico said...

Maravilhoso...
passarei mais vezes

Um beijo

Naty said...

Adorei o teu blog tá muito giro.
Bjs Naty

david santos said...

Olá!
Lindo e bom. É esta a verdade.
Parabéns.

Jofre Alves said...

Passei para ver os amigos, apreciar o blogue, sempre com bom-gosto e qualidade, factor que me leva a visitá-lo para deixar o desejo dum óptimo fim-de-semana, apesar deste frio que enregela, mas como diz o povo «mãos frias, coração quente».

Maria Clarinda said...

Simplesmente maravilhoso!
Jinhos às duas.

SAM said...

Lindo querida. Forte e intenso como amor de mãe. Muito bem expressado. Parabéns.

fatima-santos662hotmaim.com said...

que forma bonita de expressar o amor de mãe!!!!
Adorei a sensibilidade da sua escrita...
Enche-me a alma e o coração !!!
Obrigado
Tenho pena do que vou perder quando me for embora deste mundo ,mas o que mais me doi é mesmo a separação dos meus filhos e tenho a certeza que os amarei para além desta minha vida.