{b

domingo, 7 de janeiro de 2007

No primeiro olhar...

Meu coração bateu mais forte
No primeiro olhar
Um arrepio na pele, uma emoção
Tentei fugir
Uma distância, um oceano
Fuga inútil
Chamei-te de amor
No primeiro olhar
Chamo-te de amor
Em minhas noites vazias
Olhando o mar
E no vai e vem das ondas
Estou aqui
À tua espera
Sonho que virás, talvez um dia
Ou talvez, nunca...
Tantas vezes
Tentei falar dessa paixão
Entre beijos e carícias
Que povoam meus sonhos
Desde o primeiro olhar
Estou aqui
Do outro lado
Onde os dias vão correndo lentos
E as noites adormecem a tua ausência
Em minhas mãos vazias das tuas
Numa saudade eterna
Desde o primeiro olhar...

Este poema foi escrito no embalo de uma
canção que ouço quando triste...

5 Comments:

Jofre Alves said...

Passei para desejar óptimo fim-de-semana e apreciar esta interessante página, onde impera a qualidade e bom gosto.

Jofre Alves said...

Vim ver se havia textos novos e desejar bom fim-de-semana.

DE PROPOSITO said...

O primeiro olhar. Algo muito importante, definindo-se aí as primeiras impressões. É aí que pode começar um grande amor, ou momentos de indiferença.
Fica bem.
Um beijinho para ti.
Manuel

Anônimo said...

Minha doçe amiga
Lindo este texto,fiquei deslubrada.
Tou feliz porque aparecestes no meu cantinho vou te já linkar.


Desejo te um lindo fim de semana


Beijooooooooo

margusta said...

Menina...Mulher...Amiga!

Venho deixar-te um beijinho , depois da minha ausência tão prelongada..

O poema é tão Lindo ...demais mesmo....se não te importas vou levá-lo comigo....