{b

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

Lembra de nós...

Lembra de nós
quando falavamos do amor
que nos unia
há algum tempo atrás
Eu eu te via nas canções
que te fazia
e já nem canto mais

Hoje a solidão mora comigo
qualquer porto
é meu abrigo
onde busco a paz
Você era a minha inspiração

Nas noites quentes
vendo a lua mansa
a sorrir teu riso
a navegar no céu
Eu era como a flor
na primavera
abelha Rainha
espalhando mel

Hoje o meu sorriso é triste
se o amor existe
ele me deixou
numa rua qualquer da cidade
a te procurar...

(Este poema é uma valsinha, que fiz um dia)

42 Comments:

mixtu said...

bonita valsinha

mixtu said...

quando ela chama pelo amor que perdeu
ela procura...
e vai encontrar, vai...

abrazo serrano, compositora amiga...

poetaeusou . . . said...

*
lembra de nós
na solidão
das noites quentes
no meu sorriso
nesta cidade
,
conchinhas
,
*

GarçaReal said...

Muito lindo....

Gostei

Bom Fim de Semana

bjgrande lá do Lago

Mário Margaride said...

Querida amiga,

Linda esta valsinha!

Tem uma noite descansada, e um óptimo fim de semana!

Beijinhos...

Brancamar said...

Muito linda sua balsinha e me comoveu.
Minha Menina do Rio, tantas vezes tenho pensado em si e o tempo escasseia para te visitar tanto quanto quero. Agora mesmo fugi um pouco para te responder, porque estive a falar com a filha que me solicita muito. É a vida...uma mãe tem que se dividir um pouco por tudo e deixa um tempinho pouco só para si.
Um beijinho grande
Branca

Olhos de Mel said...

Ô menina das doces palavras, dos lindos poemas... valsinha, também? Que lindo! Doces e tristes versos. A vida tem dessas coisas, infelizmente! Mas temos que continuar o caminho.
Fique com Deus! Bom fim de semana!
Beijos

Vera said...

Valsinha?
Este poema é... um POEMA!! E lindo!

Beijo

Maria Clarinda said...

Linda esta tua valsinha e ainda bem que nos ofereceste agora...
Jinhos no coração.

Papoila said...

Muito bela esta valsinha!
Sentida valsinha da espera...
Beijos

Paulo Fernando said...

Muito lindo. Se alguém fizesse algo desse tipo para mim, eu me apaixonaria no ato. rs

Bjos, minha querida.

Eärwen Tulcakelumë said...

Quem guarda amor no coração, nunca sorri triste.

Pérolas incandescentes de doces encontros.

Eärwen

rosa dourada/ondina azul said...

O teu sorriso vai deixar a tristeza :)

Bonita valsinha, poema !


Beijo p ti,

elvira carvalho said...

Muito bonita esta balsinha.
Bom Carnaval
Um abraço

ecos said...

Que bela valsinha... transformada num belíssimo poema!

Saudades imensas de te te ler minha querida amiga!

O meu Obrigada por não me teres esquecido nesta minha ausência!

O meu Novo blog:

http://ecosdepalavras.blogspot.com/

Bon inicio de semana

Beijinhos da

Maria Valadas

Suave Toque said...

"Por vezes encontramos pessoas pelo caminho percorrido de formas mais inusitadas, e as guardamos de forma muito especial em um lugar mais especial ainda. Cada comentário deixando em "O Milagre da Vida", direcionado a mim e ao meu filho me emocionava, um carinho especial deixado em forma de palavras de lugares próximos, outros de lugares bem distantes. O carinho que venho retribuir também em forma de palavras pode até ser de um lugar distante, mas acredite, posso estar ai ao seu lado, torcendo por você a cada dia.
Obrigada pelo carinho e pelo suave toque da sua visita.
Um grande beijo e uma boa semana."

Secreta said...

Belo , sem dúvida , apesar de algo triste.
Beijito.

Fátima said...

Olá Veronica!!!
Que belas recordaçoes nos deixam os amores, que guardamos com todo carinho num cantinho muito especial do nosso coraçao.......
Uma bela valsa, sim sra, carregada de sentimentos.....

Um abraço enorme cheio de carinho!!!!

Mário Margaride said...

Querida amiga,

Desejo-te que tenhas, um excelente carnaval, e que te divirtas muito...

Beijinho com muita ternura

Mário

Vy said...

Ola menina,

Ainda bem que voltaste.
E voltaste com um poema que retrata um pouco o meu estado de alma.
Porque fui desenterrar os sonhos??

Beijos
Vy

elvira carvalho said...

Prémio no Sexta-feira.
Um abraço

Sol da meia noite said...

É muito bonito este poema, que nos faz tomar consciência das voltas que a vida dá, de como tudo está sempre em alteração... e de como o que em nós guardamos, em nós fica.

Amiga, mil beijinhos

Sandra Daniela said...

Procura sim, procura... o Amor deve de estar aí em qualquer esquina!

LIndo!!!Gostei imenso!

JOSÉ FARIA said...

Olá amiga!
Pois se é uma valsinha, dança comigo, vá!
Beijos... à beira do rio!

JOSÉ FARIA said...
Este comentário foi removido pelo autor.
João said...

Olá!Lindo o teu poema, obrigado pelas tuas palavras de ternura e sabedoria.
Beijinhos

maresia_mar said...

olá querida,
lindo lindo o teu poema..
um bom fds e não te esqueças de viver cada minuto como se fosse o último .. bjhs

benechaves said...

Oi, amiga, uma bonita valsinha, principalmente os versos finais. E muito grato pela simpática visita. Apareça sempre!

Um beijo valsando...

GarçaReal said...

É lindo este teu poema

Uma valsinha cheia de beleza

Bom Fim de Semana

bjgrande

markus said...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Outonodesconhecido said...

e é linda atua valsinha; como tu!
bom fim de semana ee obrigada prlsa visita.

Brancamar said...

Venho te desejar um bom fim de semana e voltar a ler este belo poema de saudade e amor, sinal que está viva por dentro e é bom que a alma transporte sentimentos assim belos.
Beijinho grande para si.

Pena said...

Doce Amiga:
Para mim, escreve deliciosamente.
É um autêntica Divindade que surgiu de um lugar distante e aterrou numa nave linda no seu quintal para expressar um pensamento magnífico sobre as pessoas. Todas as pessoas!
Acredite, vale o mundo! Sorria porque o seu sorriso é deslumbrante, seja feliz e viva em felicidade.
Merece pelo brilhante Ser Humano que é.
OBRIGADO por existir e ser minha amiga.
O poema é lindíssimo.
Tudo de belo.
Beijinhos amigos a si e aos seus
Com forte estima e consideração grandiosa

pena

Olhos de mel said...

Oie lindinha, passando para lhe desejar um bom final de semana!
Beijos

Anônimo said...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Carminda Pinho said...

Esperando que já tenhas recuperado um sorriso bem alegre, desejo-te uma boa semana.
Beijos

Kalinka said...

Menina do Rio

Esta minha insaciável quimera provavelmente nunca irá ter fim - não desisto.
Percorro este presente sempre em busca dessa identidade ainda sem rosto, desenhando e voltando a desenhar cada pormenor até à exaustão.
Moldo cada vez mais esta mentira, esperando que um dia se torne verdade.

Um abraço

Estrela do Sul said...

Uma valsinha com muito sentimento, amiguinha.
Desejo te

Uma linda semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

un dress said...

canto e murmúrio.

doce leve

transparente...






.beijO

Moonlight said...

Em cada poema sobre o amor há sempre algo que deixamos transparecer.

É um pouco de nós que se reflecte nas palavras.

beijo

C Valente said...

Convido para dança, os versos são lindos
Saudações amigas

Outonodesconhecido said...

Bem bonita a tua valsinha.
Tudo bom por aí, pelo Rio.