{b

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Outonos

Não te preocupes se me movo em tua casa
silenciosa como uma leve brisa
que deixa no ar o sopro de um beijo.
Nem quando habito sobre as águas rasas
à beira do mar onde tu pisas;
É que vives em mim como um desejo.

A distância que nos deu a mão
não se mede em horas nem em milhas
Foi gerada nas noites de solidão
a qual demos no nome de filha

Um grilhão preso ao peito em abandono

Mas quando essa brisa leve adormecer
saberás pelo cerrar das cortinas
que morri nas brumas do amanhecer
já que a morte à bruma se destina

E já não verás o ouro avermelhado
do fogo da paixão que nos queimava
que ardia como brasa encandescente
E todos os beijos na brisa soprados
e todos os que em segredo eu te dava
morreram comigo, ainda quentes

Numa tarde qualquer de outono...

Menina do Rio®
13/09/2008

74 Comments:

mundo azul said...

Seus versos estão lindos e tristes, amiga...
Ah...Se as pessoas tivessem consciência que a vida passa tão rápida, não desperdiçariam momentos tão bons!

Beijos de luz e o meu especial carinho!!!

Maria said...

A vida é tão curta e tão boa de ser vivida... apesar de tudo...
Numa tarde qualquer de outono acordarás, de novo, para a Vida!

Beijinho, V.

amordemadrugada said...

tao bonito!!!
e sentido!
Andas inspirada lindona!
que assim kontinues
beso em teu coraçao

Dias said...

Numa tarde inspirada de Outono...

Sabes que não passo sempre, mas tu tens o meu respeito literário.

Beijo do tamanho da crise que nos está a cair em cima, e que quando te cair em cima (o beijo) te afunde em mimos lisboetas.

*

lua prateada said...

Triste mas magniifico...que para sempre teus beijos assim sejam e os recordes..
Linda semana para ti
Beijinho prateado

SOL

São said...

Mas que poema lindo!!
Pois cá fico esperando mais.
Uma semana alegre, amiga.

Mario Rodrigues said...

Olá amiguinha. Desculpa a ausencia. Mas agora esta tudo bem.
Mais um lindo poema, como sempre, nao é?

Uma linda semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

Maria said...

V.

Nem eu sei muito bem como apareceu...
Sei que surgiu um novo blogue e que eu, ao colocá-lo em "feed RSS", cliquei também em "bolg a acompanhar"... e apareceu assim.
Tenho dois bloggers que me acompanham e que estão no layout onde edito novos posts, mas nem fazia idéia que apareciam no perfil... hehehe
O blogger anda a trabalhar muito, a fazer alterações, etc., mas nem sei se o que está agora é para ficar.
Se entrares nalgum blogue onde surja "blogue para seguir", e clicares, vais ver que e aparece no perfil...
:)))

Beijos

daniel said...

Menina do Rio

Obstraindo-me do que esteja subjacente ao poema, acho-o espectacular.
Pela ilustração com que fechas, parece contar uma história de um Outono, mal terminado, ou pode ser a veleidade, que a um poeta, neste caso, uma poetiza, assenta bem.
Beijos,
Daniel

Pelos caminhos da vida. said...

Palavras lindas com um pouco de tristeza.

Gostei desse outro espaço seu.

Hoje postei para vcs amigos,te espero lá.

Bom dia amiga.

beijooo.

Beatriz said...

Muitas vezes algo que escrevemos há tempos nos chega de repente à memória e desperta lembranças já adormecidas... E tudo fica atual, acordando o silêncio dentro da gente.

Lindo poema, amiga, e uma imagem que me tocou profundamente, pois amo o piano e todas as emoções que ele pode em nós despertar. Assim, nesta paisagem, lembrou-me as canções que ficaram por se compor, histórias que ficaram por se contar, amores que ficaram por se viver...

Te deixo a nota de uma canção envolta num raio de sol, para que desperte em ti aquela melodia que trazes no fundo da alma e que de repente, pode dizer tudo aquilo que queres ouvir.

Liz / Falando de tudo! said...

nossa tao bonito esse teu verso, e ainda mais acrescentastes uma imagem perfeita! parabens!!

Mário Margaride said...

Querida amiga,

Um triste, mas belo poema.

"Não te preocupes se me movo em tua casa
silenciosa como uma leve brisa
que deixa no ar o sopro de um beijo.
Nem quando habito sobre as águas rasas
à beira do mar onde tu pisas;
É que vives em mim como um desejo."

Tenho a certeza, que uma leve brisa levará até ti a felicidade e o amor.

Uma excelente semana, minha amiga.

Beijinhos

Mário

Agulheta said...

Menina do Rio. O outono mexe sempre com os sentimentos,nos dá melancolia por tanta coisa,mas a vida é linda e sempre aparece o sol para aquecer o coração e pensamento.
Beijinho e paz no coração

SAM said...

Amiga, estava com tantas saudades das suas poesias! Lindíssima com um tom de melancolia...Mas não deixa ser verdadeiro, porque o tempo passa e nós também... Esta música...Ahhhhh, que divina!


Grande beijo minha querida.


*Vê, procurei tudo aqui onde aperta seus seguidores e não achei....Me diz onde por favor?

gotadevidro said...

A vida é curta
Será que a aproveitamos????

Não creio

Está belo este teu poema

um beijo

Chinha said...

A tristeza de uma tarde de Outono , perdida no tempo...

Muito belo o teu poema

bjinhos

Um Poema said...

.....

Gostei! Muito!

Um abraço

Multiolhares said...

Como as folhas de Outono que o vento faz correr até ao mar, a vida tambem se esvai
beijos

Paradoxos said...

é inevitável não ficar preso na liberdade de te ler!!


beijão em ti



Edu

Sol da meia noite said...

Importa que se viva cada momento e que se guarde o que se viveu.
Assim, tudo se mantém vivo em nós.

Muito bonito este poema.


Querida, deixo um beijinho *

Carla said...

uma melodia de outono...estas tuas belas palavras
beijos

Antonio saramago said...

Adoro ver as folhas caír, o despedir das arvores para ganharem depois alma nova, gósto de ver as Mulheres mais vestidas para sentir a sensualidade e o prazer de as ver despir devagarinho e até ajudar...
Gósto da chuva, gósto de me aquecer no calor de um corpo FEMENINO.

Anônimo said...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo said...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Nuno de Sousa said...

Lindo seu poema amiga e menina do rio :-)
Bem eu detesto comida vegetariana, mas será que só tem emsmo comida vegetariana?
Minha esposa é que adora, ela vai lá querer ir um dia, quem sabe um dia possa por lá passar.
Toda a sorte do mundo para sua filha.
bjs grandes por ai amiga,
Nuno

Cadinho RoCo said...

No sentir a necessidade da expressão que morre vive perdura em nós.
Cadinho RoCo

Verónica said...

Que Outono triste
...morrer na bruma do amanhecer!A brisa leva os beijos... e os segredos !
O poema é lindo e a foto está maravilhosa!
Que o pássaro seja a nota melodiosa que falta.
Beijnho e bom fim de semana.

Nilson Barcelli said...

Não sei se vc lê os seus poemas em voz alta e, através desse método, tenta conseguir que o som das frases soe bem ao ouvido.
A verdade é que os seus poemas, para além doutros aspectos que os tornam excelentes, têm uma sonoridade que lhes conferem uma melodia muito agradável. Este poema é um exemplo disso mesmo e isso não é nada fácil de ser conseguido.
Beijinhos.

Sei que existes said...

É um lindo mas triste poema.
Tá tudo bem contigo?
Beijocas grandes

Fátima said...

Nao chores porque já acabou,mas sim alegra-te por o teres vivido......esta frase nao é minha,mas a verdade é que faz todo o sentido,temos de agradeçer por certas pessoas terem feito parte da nossa vida e as recordaçoes ninguem as pagará.......morrerao connosco.

Beijo grande e um feliz halloween.

literatura said...

Olá querida amiga!
Obrigado pelo teu comentário que é um bom estímulo.
Te envio parabéns pela oprtunidade que me deste de ler mais uma poesia sentida e bonita.
Tem uma boa semana.
Felicidades e beijinhos.

elvira carvalho said...

Depois da cirurgia, estou regressando aos poucos.
lindo e melancólico o seu poema a lembrar o Outono que por cá se faz sentir. Mas aí é Primavera...
Um abraço e bom fim de semana.

Menina do Rio said...

Nilson,
Escrevo naqueles momentos em que a sensibilidade aflora e deixo escorrer. Não mudo uma vírgula e não fico relendo pra não me sentir tentada a apagar tudo ou editar algo. Depois publico o rascunho mesmo e seja o que Deus quiser.

Obrigada pelas tuas palavras. Isso pra mim foi um elogio e tanto!
Obrigada!

entreolhares said...

Meninaaaaaaa! Que lindo! Lindo e triste, mas essa é a vida. Desculpe se ando sumidinha mas ando meio sem animo pra entrar na net
Beijokinhas

Uma Ilha said...

Um pouco triste mas muito bonito.Voltarás à vida amiga, sei que nestes momentos nos saem estes poemas assim sentidos, aí se sei.Beijinho e fica bem.Uma ilha

O Sibarita said...

Ai Deus! KKKK Ô fia morreram foi? Faça isso não! kkkk

O amor é tão lindo e morrer assim como folhas secas do ourono?

Reacendo menina danadinha! kkkkkkk

Ta porreta os versos...

bjs
O Sibarita

Carlos said...

a tristeza é um estado de alma que nos toca profundo e que nos dá acesso como um filme inacabado , na construção interior.
gostei bastante, este sentir , esta luz interior que brilha em cada palavra sua.`
É muito bom, muito bom mesmo passar por aqui, e por vezes demoro , porque os afazeres também me envolvem, mas é óptimo parar por cá.
Muito bonito, comentar não tem significado, mas sentir a
melodia do seu poema é muito mais importante.

Um bom fim de semana

bj

Oliver Pickwick said...

é curioso como o Outono é inspirador de versos melancólicos. Mas nem por isso menos belos.
Um beijo!

Olhos de mel said...

Doce amiga! Em meio a tanta tristeza, uma saudade, uma dor, que transforma sentimentos em versos de uma beleza ímpar! Sonhos que apesar de tudo, continuam a dar razão a vida...
Bom domingo! Beijos

Doncel said...

Triste, pero bello el poema.
Qe tengas una buena semana.

Besos

Véu de Maya said...

Teu poema me convence enquanto poesia...mas essa viragem de alma apoixanada para desncantada me entristece em vc...o Sol vai brilhar de novo e a lua vai aproveitar de novo essa força regeneradora...

bjinhos pra vc

Carminda Pinho said...

Num dia qualquer, de uma semana qualquer, de um qualquer mês de Outono, a vida voltará a sorrir.
É necessário porém, o querer.

Beijos, Verónica.

João Gouveia said...

E que tal fazer uma compilação dos seus melhores textos num livro? :)

Muitos beijos!

Maria Clarinda said...

Lindos estese teu poema...triste e belo!
Jinhos mil

Uma Ilha said...

Numa tarde de Outono aqui passei e um beijinho te deixei.Fica bem, uma semana cheia de muita luz.

Victor said...

Querida Amiga do Rio
Poema lindo, nostálgico como o próprio Outono... mas logo logo teremos as cores da Primavera. É o ciclo normal do tempo que passa.
Um beijinho.

lua prateada said...

...um pouco de poesia em nossos corações, quão maravilhoso é...
Uma semana cheia de muita luz paz e muito AMOR !...
Beijinho prateado

SOL

amordemadrugada said...

Olá...Menina blokeada não faço ideia onde!!

Vim te deixar meu carinho...

numa noite qualquer deste Outono...frio...gelado lol
beijito em tu

TRÍPTICO(POEMAS)FERNANDA said...

Olá querida Verónica, estou a escrever de um blogue novo, poesia sem rima... Dás-me a tua opinião ?
Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

BlueVelvet said...

Vim agradecer sua visita e adorei seu blog.
Voltarei.
Veludinhos azuis

Secreta said...

Poema belissimo , embora algo triste...
Um beijito.

vida de vidro said...

Toda a nostalgia do Outono neste belíssimo poema. Gostei tanto de voltar a ler-te! **

Maria Valadas said...

Um poema, tão triste como tão belo!

Ler-te...é paz para mim.

Beijinhos da

Maria Valadas

FERNANDA & POEMAS said...

Olá querida Verónica, um dia feliz, com muita Paz e Amor... Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

margusta said...

Querida amiga,
...ao ler o teu poema arrepiei-me e comovi-me...pois neste MARAVILHOSO poema sente-se o que lhe vai na alma...

Um beijinho amigo!!!

Olhos de mel said...

Oie linda! Olha eu aqui para ler esse belo poema, novamente! Beijos

Beatriz said...

Sem nova postagem, passo e releio, e te deixo um raio de sol a enfeitar o restinho da tarde e um beijo no coração.

C Valente said...

Lindo e triste, que o sol ilumine
Saudações amigas

amordemadrugada said...

Amore mio!!
Nao quero dividir contigo pesos pesados ke guardo em meu peito... ficarias com pouca força e eu preciso ke sintas muita, pra poderes passar pra mim alguma...
bgda querida bjito kido

Sei que existes said...

Passei para deixar um beijo

vida de vidro said...

Beijo. Bom fim de semana! **

Secreta said...

Bom fim de semana!

Isabel said...

Já te visitei nas teus outros cantinhos; aqui, deixo-te um beijinho de grande amizade

Freyja said...

Querido amiga

Por motivos complicados que he tenido de salud y bastantes problemas personales, no he podido estar cerca de ti
Solo darte las gracias por tus saludos y tu compañía todo este tiempo
Todo esto ha sido lo que me ha mantenido alejada de la Net sin poder contestar los saludos pero si he leído todo lo que me has envidado y gracias por sentirte cerca

Mil gracias y desde mi corazón te envío todo mi cariño
Voy un poco mejor, y hoy me he dado fuerzas para saludarte y enviarte todo mi cariño

Un abrazo grande y sigo contigo apoyando todo lo que haces
Mil besitos, mil abrazos y mil disculpas
Que estés muy bien

Gracias amiga por estar cerca
Hermoso como siempre

Verena

Jofre de Lima Monteiro Alves said...

É com grande prazer que passo por aqui, depois duma pausa de algum tempo por motivo de doença dum ente querido. Venho ver e apreciar este excelente blogue, uma página de grande qualidade, que visito com grande prazer. Boa semana com tudo de bom.

Pico minha ilha said...

Beijinhos e bom fim de semana amiga.S.A

Charlie said...

É das coisas mais belas e íntimas que tenho lido de ti. Um poema de grande, grande beleza e sentimento.
Já o guardei no meu pc nas pastas onde apenas ponho o que acho excepcional.

Beijo terno

carlos

poematar said...

Excelente espaço. Deixaste um belo comentário no betty martins. Vai uma visita até ao meu

poemar-te.blogspot.com
que a gora recomeça de pequenino?

Abraço

Desnuda said...

Beijos querida!

C Valente said...

Leis existem, em Portugal no Brasil e muitos outrs países, o cidadão cumprir é que se torna dificil
Saudações amigas

boutique arte angels said...

é um belo texto está de parabens
att
boutique arte angels

travel airfare hotel said...

interessante notar essa comparação que se faz ao se expressar cortesia, como fica mais fácil o relacionamento e as novas amizades.
muito belo e muito tocante.
obrigado
travel airfare hotel

criacao sites montagem e otimizacao said...

é um belo texto e muito sincero, é bom saber que ainda tem gente nesse mundo com desejo e criatividade.
beijos.
criacao sites