{b

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Afagos

Amo-te assim em mim
em ausências de ti, aqui
O vento que entra pela janela
é o mesmo 
por  onde devolvo-te a saudade
que deve tocar-te à tardinha

Sonho-te,
porque sonhar
é tudo o que me cabe
nessa eternidade que nos faz
tão distantes
e tão infinitamente próximos

Necessito-te,
não tenho a força dos deuses titãs
e me dobro ao vazio das tuas mãos
que não me chegam

Vivo-te,
nas horas de espera
por um afago teu
nas canções que me destes
no silêncio que as vezes
me enlouquece...

(Menina do Rio)®
Imagem a net

81 Comments:

JC said...

Muitas vezes sonhamos e conseguimos concretizar os nossos sonhos. Por vezes o vento traz a mensagem de alguém que amamos, que gostamos. A mensagem que tanto ansiamos."Espera um pouco, estou a chegar".
Chega. Aí temos todos os afagos que sonhamos e que anto queríamos.
Beijinhos

Amaral said...

Um poema de amores aos bocados, fugindo e voltando ao sabor dum desejo que a saudade emsombra.
"Afagos" abre uma janela para o amor, ainda que num sonho ou numa canção silenciosa...

Roderick said...

Presumo que seja uma editora local. Deve ser dificil de encontrar, depois!

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ said...

Sarava!


Parabéns pelo livro!


beijocas

mundo azul said...

_________________________________


O amor e a paixão soluçando em versos... Que lindo!


Beijos de luz e o meu carinho!!!

__________________________________

Aqui - Ali - Acolá said...

Olá (Menina do Rio) bom dia amiga.

Lindo poema que mais enriquece este teu belo blog.

Parabéns por ele

-------------------------------------

Mudando de assunto:

No comentário que fiz ao teu post com o nome (Bem sei que Sabes) fiz-te uma pergunta sobre teu livro à qual ainda nada me disseste, agradeço-te que me respondas se assim o desejares ok?

Bjos, dia feliz te desejo.

SAM said...

Querida amiga, teus poemas todos são sublimes. Falam de amor um tema que voce escreve tão lindamente , sempre! A tua suavidade e sensibilidade envolve as palavras como um presente para quem lê.


Beijos com carinho

Pelos caminhos da vida. said...

Ao despertar para mais um dia, eleve o pensamento aos céus.

Alcance, pelo pensamento, as altas paragens onde reina a harmonia...

E já não ouvirá os sons estridentes da Terra, mas as melodias suaves dos Anjos, dos Arcanjos, dos Serafins, que são mais delicadas que as brisas da manhã quando brincam na folhagem dos bosques...

Eleve a alma ao Criador e sinta o perfume das flores celestes cultivadas nos mundos sublimes.

Busque a paz interior e, só então,
levante-se para ter um bom dia...

beijooo.

Dona Poesia said...

Olá, menina do Rio!
Quero agradecer a sua presença em meu blog, vim visitar você e vi o sucesso espetacular que é seu blog. Parabéns! Deve ser muito gratificante ser lida por tantas pessoas.

Quero também dizer que vc é bem bonita; se eu tivesse um corpão como o seu, eu botava no seguro, como as pernas de Marlene Dietrich (antiga estrela de cinema).
Ah, não sou sapata, sou feminina, mas olhei seu álbum e vi suas fotos, e a verdade merece ser dita; vc tem uma plástica invejável.
Um grande abraço

"Sofi@" said...

TExto muito lindo de uma pessoa espectacular!
Poque é muito díficel amar à distância, mas é possível, e por vezes isso torna o amor mais bonito e forte!
À tanto tempo que esperava falar com a senhora e finalmente consegui!
Adorei mesmo muito.
Beijo grande!

Agulheta said...

Menina do Rio.Em afagos de amor,se encontram almas para amar,ao sabor do desejo.Penso que estes poemas são do teu livro" se o forem aqui está o sucesso merecido.
Beijinho

albino santos said...

Ah! Menina do Rio...

Palavras que são doces caricias!
Mas não esqueças, que quanto maior for o tempo de ausência, mais intenso será o momento do reencontro!!!


Doces beijos!

poetaeusou . . . said...

*
os teus tactos
são afagos,
que semeiam emoções
são o eco das canções
são toques que não se esquecem
são sensações que enlouquecem
,
conchinhas de amizade,
,
*

manuel marques said...

Os afagos são tão necessárias para a vida dos sentimentos como as folhas para as árvores. Sem elas, o amor morre pela raiz .

Beijinhos querida amiga.

Maria said...

A capacidade que temos de inventar o amor em nós sempre, mesmo quando está (ou é) um amor ausente...
Lindo!

Beijo, V.

Jaqueline Sales said...

Uma bela mensagem. E regada a uma música que marcou época e tantas histórias.... affffffffff!!! rsrsrsrsrs

Meu pc quebrou, quase não consertam, mas estou gripada, firme e de volta.

BeijUivooooooooooossssssssss da Loba

MARTHA THORMAN VON MADERS said...

o amor e a paixão...prefiro o amor!
este é imenso e não acaba nunca, é imortal.
beijos

Jac C. said...

Que delícia de se ler.
Vc escreve com alma e paixão mesmo!
Bjs

Maria Clarinda said...

Lindos estes teus afagos...
Jinhos muitos.

Ana said...

Foi uma delícia ler esta bela poesia.
Esta Princesa encanta-me!!!
Um xi bem apertadinho, e um jinho muito doce,
Ana Paula

Liz / Falando de tudo! said...

ah... musica francesa,sensualidade à flor da pele!
como sempre muito bem escrito!

João Gouveia said...

Mais um belo poema. O amor, sempre palco de grande reflexos.

Secreta said...

Quando a ausencia é uma realidade , em tudo desejamos o ser amado.
Beijito.

O Profeta said...

Ó chamateia que fala da saudade
Ó canção que pões um brilho nos olhos
Ó mulher que tens a forma da viola
Ó que espalhas paixões aos molhos

E o cantar da meia-noite
A todos encanta e seduz
Cantar até que morra a voz
Cantar até que haja luz


Vem tocar uma Viola de dois corações



Mágico beijo

Daniel Costa said...

Menina do Rio

Há muito que se dedique, a alinhavar e a rimar umas palavras. É poesia, mas a diferença entre a boa qualidade e a duvidosa está na profundidade do pensamento. O teu blogue é paradigma.
Beijinhos,
Daniel

Yussef said...

Teu poema é um afago.
Parece que o ritmo dele está gaguejando.
Ou soluçando.
E é belíssimo.

Abraços

Meg said...

Este é mais um dos belos poemas com que nos brindas... um poema de amor, muito envolvente e pleno de afagos.

Beijo

Amordemadrugada said...

Mas que lindo Amiga minha!
Veronica! Pronto, está tudo dito!
Boa sorte linda, tá?
Besito doce em tua alma branca

Pico minha ilha said...

O silêncio pode ser de ouro e também uma completa loucora, gostei de afagos.Um beijo

PreDatado said...

Lindo poema de amor. E gosto da música que colocou a acompanhar.

GarçaReal said...

Muito belo este teu poema.

O silêncio é sempre doloroso...

Do lado de lá deixo

bjgrande do Lago

elvira carvalho said...

Mais um belo poema, como é seu apanágio. Estive ontem e li-o, mas não consegui comentar. Ando com problemas no pc.
Um abraço

lua prateada said...

Parabéns pelo livro e que seja ele um sucesso-
o poema? Está como sempre mais lindo não pode...
Passando para dizer :Vive de maneira a poderes aprender a amar,
ama de maneira a poderes aprender a viver.
Não necessitas de nenhuma outra lição...
E como o FDS está aí então que seja ele para expandires teu coraçao.
Beijinho prateado

SOL

Mário Margaride said...

Lindos e ternos afagos, querida amiga.

Nestas intensas e sentidas palavras, estão patentes, todas as tuas emoções.

Beijinho de grande amizade e carinho.

Partilhados igualmente, pela minha querida amiga Rosana.

Tudo de bom para ti.

Mário

Sei que existes said...

O amor no seu melhor!...Beijo grande

Dona Poesia said...

menina:
Sei que vc deve ser muito ocupada, e tem muitos posts para responder, mas dê-me uma ajuda, please:
Quero fazer um blog de fotos, mas a minha amiga de Viena me ensinou a usar um site que exige conhecimento de inglês, e como meu inglês é péssimo, praticamente nulo, eu nao consegui fazer nada.
Acho que seu blog de fotos é um blog comum, apenas vc posta fotos, ao invés de textos, estou certa?
nesse caso, o blog nao vai ficar pesado? poderei postar quantas fotos quiser?
se puder me ajudar, serei muito agradecida!
Tenho lido seus poemas, um belo esilo, sensualidade na medida certa, sem ir para o exagero. Enfim, belos poemas de amor!

Dona Poesia said...

eu quis dizer "um belo estilo" , ....
minha mãe me dizia; quem faz com pressa, faz duas vezes...

maresia_mar said...

Olá Menina querida

só vim trazer um raio de sol e um beijo enorme. Bom fds

adenilson said...

hehe afagos.
sempre bm vindos..

seja verbalmente.
gestualmente..
\o/

mais um lindo texto pra variar neh ?

e akela montagem retrata o bastidor da disucussão futebolistik sabe

parabens
ótimo fim de semana
e convido novamente a vir ao
atualizado:
www.bagageirodocurioso.spaceblog.com.br
abraços e sucesso sempre

Pelos caminhos da vida. said...

Parabéns pelo livro e sucessos.

Fim de semana iluminado pra vc amiga.

beijooo.

zezinho said...

MUito lindo,apaixonante.Escreve com alma e sentimentos profundos,sou apaixonado por suas poesias e pelo doce de sua simpatia,linda menina...Um forte abraço e um delicado beijo...

nandokas said...

Olá,
Palavras lindas. Palavras de amor ausente. Palavras que tão bem colocas em versos.
Gosto!
Beijinhos.

Sol da meia noite said...

Entendo tão bem este teu sentir; esta saudade, esta ausência, este sonhar, este necessitar... Este amar.

Querida, desejo-te um lindo fim de semana, cheio de bons momentos.


Beijinho *
:-)

Pico minha ilha said...

Bom fim de semana para ti.Beijo

Fausto Sotam said...

Só restam são memórias de afagos, só resta a temperãnça no silêncio que desespera, e espera. Bjs.

pin gente said...

afagos é uma bonita palavras... como estas tuas!


convite:
http://bananaouchocolate.blogspot.com

beijos com aroma de cravo
luísa

lilás said...

Lindo este poema de amor,gosto de sonhar...amor e paixão juntos dão um lindo sonho.
bjs

Beatriz said...

Os momentos vividos longe do ser amado se revestem desta tristeza, solidão e saudade com que teceste teus versos, minha linda amiga!

Sabes como ninguém dizer das emoções e sentimentos de uma forma que nos chega e nos deixa a pensar que poderíamos ser nós a escrever tão belos poemas. Há porém que se ter um trânsito livre no mundo da Poesia, um mérito que tu possuis como ninguém.

Sempre bom estar aqui no teu cantinho, meu anjo, e estou sempre torcendo pela tua felicidade.

Fica meu carinho num ramalhete de violetas azuis e num beijo no teu coração.

Duarte said...

Estes afagos teus, são a vida ansiada.
O desejo de quem carece deles.
Quantos afagos perdidos, num nada.
Toda uma vida pensando neles.

Afagos para ti, na espera

TristãoeIsolda said...

O amor é o bálsamo que suaviza os dias de saudade, de ausência, de espera.

Abraço

Philip Rangel said...

Sonhar é preciso para chegarmos a um ideal.....

bjao

Renata Maria Parreira Cordeiro said...

Gosto muito de vir aqui porque sempre encontro um poema que me encanta os olhos e a alma. Parabéns! Menina, você sempre me surpreende.
Verônica, voltei hoje, e como vou participar da Blogagem Coletiva - O Filme da Minha Vida, que se dará nos dias 29 e 30 deste mês, dias estes em que estarei em tratamento, já publiquei o post no Galeria (só o filme, sem flores) e gostaria que você fosse lá e me desse uma força. Talvez esteja aqui nessas datas, mas o tratamento é tão forte, que estarei de cama.
Um beijo,
Renata

Goldfinger said...

Amiga Verónica

Quanta saudade pois já não a visitava há tanto tempo.
É sempre um prazer imenso chegar aqui.
Ficarei atento ao lançamento de seu livro aqui em Portugal.
Desejo-lhe um óptimo domingo.
Um abraço e um beijinho.

GOLDFINGER

JC said...

Passei para te desejar uma boa semana.
Beijinhos

Vicktor said...

Querida Verônica
Na tua poesia percorro sempre veredas sentidas de ternura, de sensualidade, de amor, de paixão... amizade na sua mais profunda expressão de partilha e de entrega sem condições.
Um beijo.

poematar said...

Sim o "siêncio" por "vezes(...)enlouquece. Gostei. Tdudo de bom para o livro. Curiosamente a editora reside perto da minha terra natal, próximo do Porto - S. Mamede de Infesta. Podes dizer-me algo sobre a editora? Esto à procura de editores.Um beijo e boa semana.

Maria Anjos Varanda said...

Lindo poema........adorei...

Parabens e muito sucessos para o teu livro ......
Acredito no sucesso desse livreo....estou torcendo por ti....

Beijos e boa semana

Nilson Barcelli said...

É um belíssimo poema de amor, cara amiga, como muito bem vc sabe fazer.
Gostei muito.
Boa semana para vc, beijos.

Vicktor said...

Querida Verônica
Tens uma modesta homenagem para ti lá pela Oficina das Ideias.
Beijinho.

Mário Margaride said...

Querida amiga

Passo por aqui, para te desejar uma semana maravilhosa com tudo de bom.

Beijinho doce

Mário.

PS: Convido-te a visitares este outro meu espaço, outra forma de fazer poesia, em dueto, não te arrependerás...
Está em baixo o link.

Beijos conjuntos, meus, e da minha querida amiga, Rosana.

http://amordealemmar.blogspot.com/

elvira carvalho said...

Hoje venho apenas fazer um pedido de amiga:
Por favor pode deslocar-se ao Sexta? Muito obrigada.
Um abraço amigo

Pena said...

Oh, Gigante e Admirável Amiga:
Um poema de deliciar. Sedutor e lindo.
Sim! Um sentimento que docemente expressa onde só a felicidade tem lugar.
Um perpétuo e magistral sorriso simpático. Uma autêntica lição de vida linda nos dá.
Um versejar soberbo de encantar.
Tem génio. Tem talento. Tem o dom na escrita de maravilhar e deslumbrar quem aqui passa.
As suas palavras são intensas, profundas e originais de um fabuloso ser/sentir/estar.
NOTÁVEL!

Beijinhos de grandioso respeito, estima e consideração.
Bem-Haja, fabulosa e gigante amiga!
Adorei.

MARTHA THORMAN VON MADERS said...

A musica me envolveu!
Sonhar, ah..sonhar...
Amar, sentir, tocar....momentos sagrados para nós.
Lindo demais.
Desejo a você uma ótima semana.
beijossssssssssss

Duarte said...

Quero ter esse livro teu, que espero um dia me possas dedicar.
Sonho com esses sonetos que me fazem vibrar...

Espero-os!

Para que sejam meus.

Beijinhos meus, para ti

Oliver Pickwick said...

É difícil compreender os desígnios do amor. Deixa marcas, em códigos encriptados, e de senha inacessível.
Um beijo!

utopia das palavras said...

O teu poema me invandiu. Ele também um afago que gostei de sentir!

Beijo, Verô

Peter Pan said...

Como alguém tão sensível e afagante pode ser tão magistral que merecia um aplauso sublime de toda a Blogosfera.
Com imenso respeito e pasmo...
Beijinhos

pena

Lucinha said...

Menina do riooooooooo eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee voltei a blogar.. vim pra matar a saudade menina, nossa como senti falta de blogar...
Tudo muito lindo continua aqui, parabéns meu anjo..

"Seja grande para os aborrecimentos,
pobre para a raiva,
forte para vencer o medo
e feliz para permitir momentos felizes.
Não viva só para o trabalho.
Tenha outras atividades paralelas como esportes,
leitura, cultivar amigos.
O trabalho é um das contribuições que damos a vida,
mas não se deve jogar nele todas as nossas expectativas de realizações.
Finalmente, ria das coisas a sua volta, de seus problemas, de seus erros, ria da vida.
E .... ame.
Antes de tudo , a você mesmo!!
SORRIA!!
POIS COMEÇAMOS A SER FELIZES,
QUANDO SOMOS CAPAZES DE RIR
DA GENTE MESMO!!"
(Autor desconhecido)

beijinhosssssssssss

João Videira Santos said...

Um afago com palavras de ternura e sentimentos vivos...

Mar Arável said...

Um novo 25 de Abril

no Maio de sempre

Maria Clarinda said...

Mais uma vez,vim visitar-te e deixar-te o meu carinho.!!!
Jinhos mil

Philip Rangel said...

O amor constroi mesmo pontes indestrutiveis....

como sempre falo e repito...

Beatriz said...

Passando, relendo, partindo, mas deixando um raio de luar enfeitando teus sonhos, amiga querida!

Meu carinho pra ti!

"Sofi@" said...

Espero que tudo esteja bem, à muito que não falamos:D

Beijo grande|

Nocturna said...

Tenho passado por aqui, lendo com atenção tudo o que a «Menina do Rio» escreve.
Parabéns !
Venha o livro e venha também a «Menina» até Portugal
Um abraço português
Nocturna

Renata Maria Parreira Cordeiro said...

Sempre que venho aqui é com a certeza de que vou encontrar um lindo poema. Este eu já comentei.
Verônica:
Vim convidá-la para ir ao Galeria, onde resenhei o filme Austrália, que é muito bonito. Gostaria muito que você apreciasse a minha postagem. Por favor, não deixe de ir.
Vou indo, assim assim.
Um abraço,
Renata
Se não para ir hj, vá na segunda

O Sibarita said...

Ô dona mocinha! kkkkkkkkkk

Parabéns pelo livro que está saindo do forno! Você merece fia!

Ao poema, como sempre bem feito, apaixonante, arrebatante...

Sonhar, necessitar, viver o amor em sua plenitude... oi que bom!

E numa rede então, me diga? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

bjs
O Sibarita

Amordemadrugada said...

ainda bem ke estás bem!!!???
Eu Exijo ke estejas bem,certo!?
Besito em tua alma

Ana said...

Querida Verónica minha Princesinha do Rio adorei estes AFAGOS. Afagos que trazuzem o amor e a paixão neste maravilhoso poema.
Um grande beijinho,
Ana Paula

neo-orkuteiro said...

Menina, sou seu seguidor e quase nunca a visito, que coisa. O mesmo pra tantos blogs que acompanho meio "de longe" por falta de tempo. Mea culpa.
Nos versos asqui postados, uma mostra de verve, muito pique, o texto é atraente e muito bonito. Afagos que este octogésimo comentarista recebe pela retina e declara: Valeu, Menina!

Fernando Santos (Chana) said...

Olá amiga, belo poema...belos sentimentos...Espectacular....
Beijos