{b

sábado, 6 de outubro de 2012

Promessa incerta


Se voce disser que sim, eu vou
Num segundo faço as malas, pinto os cabelos
e me visto de amor, calço as sandalias
da ternura pra não esmagar as flores e
embarco com voce nessa caminhada. 
O destino? Não importa, pois já traçou-nos 
a porta ao primeiro encontro. Quero apenas a 
promessa mesmo que incerta, de que a nossa 
caminhada vale cada pedra, cada tropeço, cada 
temporal e que sempre que eu estender a mão, 
tocarei na tua e que se um de nós se perder pelo
caminho, que não se perca sozinho, pois o
outro, junto há de perder-se também...

5 Comments:

Vania Caires said...

Meu Deus. Confesso que me surpreendi. Entrei no seu blog pensando que seria só mais um (por favor, nao se assuste, é que tanta coisa ruim hoje em dia) e de repente encontrei uma apaixonada pela escrita. E com um bom gosto e uma técnica incrível. Tambem sou blogueira, já faz algum tempo, embora o Face tenha me levado à decadência. Curti muito seu blog e queria que, se pudesse, desse uma passadinha no meu. Eu tambem sou uma apaixonada pelo mundo das letras. Seria legal trocarmos umas ideias. O que acha? Um abraço de uma nova leitora. Parabéns pelo trabalho! Deixo meu blog, se quiser visitar: http://writetosaveme.blogspot.com.br/ VALEU E PARABÉNS!

JOTA ENE ✔ said...

Uff... até que enfim teu cantinho foi atualizado !

Beijokas enormes em vc !

Felipe Junior Pereira said...

Li esse post umas 4,5 vez,o blog é bom demais,precisar nem falar nada,alguns amigos me recomendaram,Dizem que existe Rastreador de celular. Achei este link http://www.rastreador1.com/rastreador_de_celular_rastreador_gps_autotracker.php na net e gostaria de saber se alguém pode me dar referência?

Felipe Junior Pereira said...

Li esse post umas 4,5 vez,o blog é bom demais,precisar nem falar nada,alguns amigos me recomendaram,Dizem que existe Rastreador de celular. Achei este link http://www.rastreador1.com/rastreador_de_celular_rastreador_gps_autotracker.php na net e gostaria de saber se alguém pode me dar referência?

Anônimo said...

Conforme o combinado, segue, em linhas gerais, as questões que serão tratadas na avaliação da próxima terça-feira, 16 de julho, às 14 horas.

1ª: Analisar o processo de estruturação do senhorio e da feudalidade no Ocidente medieval, abordando:

A) A heterogeneidade dos grupos de trabalhadores rurais e a natureza (tipos de contrato) das relações estabelecidas entre senhores e camponeses;

B) A vassalagem privada e sua utilização pelos reis Francos;

C) A transformação da Villa em Senhorio;

D) A ampliação da fortuna dos potentes, a estratificação dos poderes e a constituição da feudalidade;

2ª: após leitura e discussão do livro A realeza Cristã na Alta Idade Média: os fundamentos da autoridade pública no período merovíngio, de Marcelo Cândido da Silva, explique:

A) O debate historiográfico entre germanistas e romanistas;

B) A tese da patrimonialidade, do desaparecimento do Estado e do absolutismo da realeza Franca;

C) A tese defendida pelo autor, bem como o corpus (conjunto de fontes) selecionado para comprová-la;

D) Como e quando se processou na Gália o estabelecimento de uma nova autoridade pública de inequívoca influência moral e política da Igreja:


Ø A fundação do Regnum Francorum;

Ø Clóvis e o modelo Constantiniano;

Ø A utilitas publica da primeira dinastia franca e a modificação da natureza da autoridade real;

Ø A discussão sobre Reges pro publicis utilitatibus, imitatio imperii , o reges pro populi salvatione para sublinhar o caráter pastoral da realeza;

Ø As guerras civis, a ascensão do episcopado e o surgimento da realeza cristã.


Referência Bibliográfica Obrigatória:

LE GOFF, J. Os camponeses e o mundo rural na literatura da Alta Idade Média. In ______. Para um novo conceito de Idade Média. Lisboa: Estampa, 1979.

BLOCH, M. Servidão e liberdade. In: ­­______. A sociedade feudal. Lisboa: Edições 70, s/d. p. 268-288.

CÂNDIDO DA SILVA, Marcelo. A realeza cristã na Alta Idade Média. Os fundamentos da autoridade pública no período merovíngio (séculos V-VIII). São Paulo: Alameda Editorial, 2008.

FOURQUIM, G. Em direção ao senhorio e à feudalidade. In: _______. Senhorio e Feudalidade na Idade Média. Lisboa: Edições 70, 1987.

Fonte: Extratos de documentos medievais sobre o campesinato (sécs. V-XV). Seleção, notas e bibliografia: Ricardo da Costa (Ufes). Documentos 1 a 13. Disponível em www.ricardocosta.com.