{b

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2007

Enlouqueci...

Desperto
O sol já vai alto, se faz tarde. Lá se foi a manhã desse

domingo. Ao meu lado miro o travesseiro. Sinto teu
cheiro, mas não estás. Partistes enquanto eu dormia;
sem adeus, sem um beijo. Ainda tonta caminho até a
cozinha. O café na mesa, o queijo, o pão. O Jornal no
chão. Na manchete uma foto – um avião. De repente, a
dor; real de tua ausência. Volto ao quarto em desespero

– teu cheiro no ar, nos lençóis... Teu armário vazio...
Corro até a sala. Teus cds, teus livros; nada... Partistes
feito um ladrão enquanto eu dormia - levando meu
coração... Corro ao portão... As chaves na caixa do
correio...Volto ao quarto e, mais uma vez, revejo a noite
como um filme lento. O calor, a paixão... Não sei onde te
perdi, se dissestes-me esta noite entre beijos que eu era
a tua luz e teu mel... Aguço os sentidos...ouço um tic..tac...
descubro o teu relógio na mesinha de cabeceira entre
o copo e o cinzeiro. Enfim...deixastes-me algo – as horas...
pra esperar enquanto enlouqueço - lentamente...


32 Comments:

asantos365 said...

Desisti de ti

Porque até o amor tem limites

Tem um fim anunciado

Mesmo quando acaba

Desisto de ti

Com a mesma força com que amei

E por isso tenho a alma rota

O coração guardado numa caixa

Com fotos e cartas

E outras coisas ridículas

E aqui estou eu

E é como se fosse invisível

Esta dor insuportável

Que me aperta o peito

E me fixa o olhar como se estivesse drogado

Dopado e incapaz

De ser mais do que esta representação de mim mesmo

Desisto de ti

E comuniquei-o a todo o meu corpo

Disse à minha pele

Que esquecesse a tua

Afinal o teu perfume nunca existiu

E os meu ouvidos

Nunca reconheceram os teus passos na escada

Mas apenas

A minha cabeça compreende esta decisão

O resto de mim foi-se embora

E não sei quando voltará

Levarei o meu tempo

A habituar-me à tua ausência

A mim e ao meu corpo e à minha alma

O amor é sempre igual

Mesmo quando é diferente

A urgência do outro

Do corpo do outro

Da voz

E sei lá que mais…

Tudo é igual em quem ama

Por isso

A separação também é idêntica

E neste preciso momento

Uma grande parte da humanidade

Tem estes olhos vazios

Este amargo na boca e aperto no estômago

É engraçado

Saber-me acompanhado por desconhecidos

É irónico

Que entre essa multidão não estejas tu

Desisti de ti

E tu nem sequer o percebeste….

≈♥ Nadir ♥≈ said...

____8888888888888888888888
_____88888888888888888888
_______8888888888888888
_________888888888888
______________**
____####______**______####
___#######____**____#######
____#######___**___#######
_____######__**__######
________#####_**_#####
__________####**####
___________###**###
____________##**##
_____________#**#___________
Deixo uma flor, um sorriso e um beijo

Carlos Eduardo said...

Depois de Eternamente, deixa-me enlouquecer. Uma carta de amor, vivida, sentida.... A sensação de perda por vezes nos machuca.

bjinhos

Lino said...

E assim espero, enquanto enlouqueço- lentamente...
Há uma alma de poetisa na menina mulher que espera/numa espera lenta/de uma loucura eterna

Teu blog é sensacional. Voltarei mais vezes!

Fica meu beijo de guardião do amor

Anônimo said...

Acho que perdi-me por ai em outros beijos, outras bocas, rs
Como deixar-te se sem ti nada sou!
Tentei sair por ai e acebi perdido, sozinho
mas estou voltando pra ti meu amor!
me espere!

Gaybriel said...

Simplesmente lindo este teu artido...adorei linda! Mas por vezes não vale mesmo a pena esperar horas perdido por alguem, é perca de tempo....Não sei se será o teu caso mas de todo o modo força! Bjs

estrelinha perdida said...

Parabéns pelo blog, é lindo.....
Palavras tocantes...
beijinhos e um bom inicio de semana

choro-te em silencio said...

Procurei por letras de músicas
Depois livros de poesias
Bibliotecas eu visitei
E em nenhum desses lugares eu encontrei
Uma forma especial de fazer
Uma declaração de amor pra você
Imagine, logo eu que gosto tanto de escrever
Essa inspiração não consegui ter

É que o meu amor por você
É algo assim tão grandioso
Tão majestoso
De uma dimensão estonteante
Tão sincero e tão importante
Que penso que em poucas palavras
Não conseguirei dizer nada

Te amo como quem acorda num dia de sol
Envolto num lençol
Daqueles de cetim na cor anil
Te amo como pássaro que da gaiola fugiu
Ao encontro da liberdade

Te amo na verdade
Sem temores
Sem sofrer dores
Te amo como a lua
Que desponta entre as estrelas
Anunciando a noite que acaba de chegar

Te amo como o mar
Que lança suas ondas
Querendo sempre retornar
Te amo como mulher vulgar
Sem reservas ao me entregar

Te amo como um soldado
Que pisa em qualquer campo
Sem medo dele estar minado
Te amo como heróis do passado
Romeu e Julieta
Heloísa e Abelardo
Napoleão e Josefina
Ana Bolena e Henrique VIII

Te amo de um jeito desvairado
Como se estivesse no meio de um fogo cruzado
Correndo o risco de meu coração, ver seqüestrado

Te amo assim...
Deixando em mim todas as marcas
Tudo que no futuro possa retratar
Esse louco amor que em mim deixei alastrar
E também para provar
Como foi bom te amar

E não me importa sinceramente
Se pra você não é possível entender
A intensidade desse amor
Que dentro de mim só fez crescer
Mesmo sem saber
Se junto dele você ia querer viver

Te amo alucinadamente
Sem esperar por reciprocidade
E na verdade
Só consigo te amar dessa maneira
Porque entendi finalmente
Como a vida é passageira.

te amo

Ana Abreu said...

Que lindas palavras, que lindo blog...
A ausência de alguém que amamos é sempre dolorosa... Mas é preciso ter esperança, amanha é um novo dia.


bjs

Le Le said...

A poesia sai de tuas palavras como os trilhões de passaros tens no meu rincão... Parabéns pelo post voltarei mais vezes

João said...

Mas eram de bocas que rugiam de prazer
Nossos olhos se fecharam
Cílios nervosos trepidaram
Senti seu hálito a me ameaçar
Gritando que irias me proibir de respirar
E seus lábios...

Muito sentido este post!

Angelo said...

Li teu coment num blog amigo e fiquei curioso. Aguçou-me uma vontade de vir aqui e cá estou eu pasmo, admirado pelo conteúdo, por tua ousadia e principalmente por tua beleza rara. De onde tu vens, a beleza impera, rs...

Priscilla said...

LINDINHA
VIM RETRIBUIR A VISITINHA. NÃO VIM ANTES PQ TAVA VIAJANDO. TO DE FERIAS, UAU! TEU BLOGUINHO É CADA DIA MAIS LINDINHO...VERY BEAUTIFFUL

BJKAS

Anônimo said...

Vc me deixou curiosa. entrei e saí muitas vezes e além da curiosidade tenho uma dúvida: o poema do Tó. será que foi mesmo ele que escreveu aqui?........as vezes as pessoas fazem brincadeiras..
era só o que eu tinha pra falar

A.ses.i.oM said...

Sem palvras... ... ...



Deixo Um Beijo....

O meu diário said...

OLá minha querida amiga, adorei ler o teu pensamento, e também me perdi a ler alguns recadinhos que te deixaram, simplesmente divinal :)
Desejo te um optimo feriado de carnaval repleto de alegria.
Mil jinhos

rui said...

Olá Menina do Rio

Escreveste um texto lindo, cheio de força e com muita intensidade!

Estive a ver um pouco o teu cantinho e, tens aqui um bom trabalho.

Fica bem
Beijinho

Rafeiro Perfumado said...

E ao menos era um Rolex? ;)

Menina do Rio said...

Olá rafeiro,

Antes fosse, rs...
beijos

DE PROPOSITO said...

'Enlouquecer loucamente'
_E será que a outra parte merece que a pessoa enlouqueça. Cá por mim, 'olho por olho, dente por dente'.
fica bem.
Um beijinho para ti.
Manuel

Menina do Rio said...

Pior que não Manoel... cada dia que passa mais me convenço dessa verdade...Há um cerco muito grande e sinto-me ilhada...sem chances...

beijos

Monica said...

Veroniquita!!!
menina, eu passo aqui quase toda semana e leio coisas que
as pessoas escrevem ; sabe como sou curiosa, coisas de profissão,
rs. mas hoje tem aqui uma legião de fãs. que bom miga! me
lembra o outro blog. Eu adoro ler estas coisas. Nunca escrevo e
vc sabe pq. Literatura não combina muito comigo, rs.
Não tenho a tua paciencia.
Chego no Rio na 5ª; axo que peguei umas feriasitas, haha...

hasta a la vista baby!

Deus@ Misterios@ said...

Minha doce Amiga
Sempre bons textos ,é um prazer entrar aqui.




beijoooooooooo

Sandokan said...

Esta é uma prosa fantástica! Quando se ama com verdade o dia-a-dia mostra-se inquietante.
Vem tomar um cafézinho comigo no meu blogue.

Secreta said...

A espera só vale a pena se existir uma grande esperança na volta ...
Beijito.

pensamentos_vagabundos said...

obrigado pela visita ao meu cantinho:)
gostei de te ler...
beijo vagabundo

Existe uma estrela no céu que ninguem vê senão eu! said...

Nada acontece por acaso... bjs

João Cordeiro said...

Olá,
Que posso eu dizer se os meus olhos não falam!
Transmitem emoções, a essa beleza inconfundível
que as palavras me transmitem
Aqui estou eu para te dar o meu apoio e solidariedade
Soberbo... continua…
Meu blog:
http://www.sonhadoremfulltime.blogspot.com/

Gaybriel said...

Passo para deixar mais um beijinho e agradecer o carinho e o facto de teres aceite o desafio no meu cantinho... Quem seria eu? Lá terás a resposta, bem no fundo do meu ultimo post! Jinho assim pro grande!

tibeu said...

Gostei, e voltarei. bj

seforis said...

É como viver do passado linda menina! Sem mais.... Um beijo! Ah, cercada é o que dizes sentir :-) não desesperes, depressa perceberás como desatar esse nó...

Amor Eterno said...

passei aqui só para deixar um básico...
______00000000000________000___000
_____0000000000000______00000_00000
___000000_____000000___0000000000000
___000000_____000000____00000000000
___000000_____000000______0000000
___000000_____000000________000
___000000_____000000_________0
___000000_____000000___0000000000000___0000000000000
___000000_____000000___0000000000000___0000000000000
___000000_____000000______0000000______0000000000000
___000000_____000000______0000000______0000
___000000_____000000______0000000______0000000000
___000000_____000000______0000000______0000000000
___000000_____000000______0000000______0000000000
___000000_____000000______0000000______0000
___000000_____000000______0000000______0000000000000
____00000000000000_____0000000000000___0000000000000
_____000000000000______0000000000000___0000000000000
E desejar que vc tenha um bom noite !!